maio 17, 2010

Trigo vs joio

Há dias em que é difícil perceber o óbvio, porque afinal de contas é o mais doloroso: que as pessoas não são o que esperamos delas, que o mundo não é assim tão cor-de-rosa como por vezes se faz parecer e que a vida tem muito mais de indefinição e dor. No meio de tudo isto, é difícil separar o trigo do joio, perceber exactamente onde residem aqueles que se assemelham a nós, em sentimentos, intenções e moralidade. E quando nos dizem " não sou igual à manada" e nos mostram exactamente o aposto, é difícil acreditar...sorry!


Um dia sinto que tive esta vontade de viver , a ingenuidade de pensar que a vida é um estado primaveril permanente, que o cor-de-rosa domina as pessoas e o Mundo. Era mais feliz nessa altura, porque lutava contra as contrariedades de forma positiva e aguerrida. Não desanimava facilmente, ia à luta... Hoje estou mais resignada, mas muito menos feliz. Falta-me o brilho no olhar. Falta-me um sinal para que tudo mude... mas ele tarde em chegar, o mais certo mesmo é não aparecer e eu continuar sentada a olhar para o horizonte, acreditando que é o caminho, quando não vejo mais do que um abismo à minha frente... que me fará cair, sem dó nem piedade, enquanto tu, sim TU, assistes de camarote à minha queda, sem me oferecer o colo que eu tanto quero e preciso.

Sem comentários: