março 14, 2011

Insónias

Os pensamentos vagueiam por onde não devem e eu fico aqui a pensar no ontem, sem conseguir ver o caminho que o amanhã me reserva. Tenho saudades tuas! Desculpa dizer-te com tamanha sinceridade... Sinto falta dos laços mais profundos que nos uniam, mais do que a paixão , é a falta da cumplicidade e da complementariedade que me faz suspirar. Fomos tudo o que de mais e maior podíamos ter sido: amantes, amigos, companheiros, cúmplices, conselheiros e o colo aconchegante sempre que a vida não nos sorria. 
Sei que não vou conserguir recuperar nada disso porque na vida há coisas que não são reversíveis, ou que não queremos que sejam... Mas é um calmante para a alma saber que um dia fui feliz e que consegui atingir contigo o que sonhei. Se pudesse corria hoje para os teus braços e ficava eternamente a sentir o teu calor para me sentir protegida... Mas não posso, tenho que me proteger a mim mesma. E é por esse medo de cair e voltar a sofrer que prefiro manter o estado de alerta constante e as cancelas fechadas para o Mundo.
Um dia vou voltar a sorrir sem ti... pelo menos é isso que espero.



Era tão melhor se fosse contigo...

Sem comentários: