junho 16, 2011

*PAI

Esperei por ti todas as horas
Frágil sombra olhando o cais
Mas mais triste que as demoras
É saber que não vens mais



- Ana Moura -

Sem comentários: