fevereiro 28, 2006

bE tHe LoVe GeNeRaTiOn


Why must our children play in the streets,

broken hearts and faded dreams,

peace and love to everyone that you meet,

don't you worry, it could be so sweet,

Just look to the rainbow, you will see

Sun will shine till eternity,

I've got so much love in my heart,

No-one can tear it apart!

fevereiro 16, 2006

Amar...


Além da Terra, além do Céu,
no trampolim do sem-fim das estrelas,
no rastro dos astros,
na magnólia das nebulosas.
Além, muito além do sistema solar,
até onde alcançam o pensamento e o coração,
vamos!


Vamos conjugar
o verbo fundamental essencial,
o verbo transcendente, acima das gramáticas
e do medo e da moeda e da política,
o verbo sempre amar,
o verbo pluriamar,
razão de ser e de viver.


Carlos Drummond de Andrade

fevereiro 10, 2006

Night-mare: the end

Todos os pesadelos têm um fim...



Será este o fim do meu???



"Não há bem que sempre dure, nem mal que nunca acabe", já dizia o povo...