janeiro 20, 2007

Black & White

Amante da fotografia, completamente rendedida. Numa das minhas incursões (muitas!) por esta realidade imensá que é a Internet, encontrei um mundo de fotografias excelentes...grandes fotógrafos, grandes imagens, grandes planos... O meu fascínio pelo Preto e Branco fez-me apreciar imagens que transmitem a verdadeira essência do que está do outro lada...além de uma simples fotografia!

Visitem, porque vale muito a pena!


janeiro 19, 2007




«Tu tens liberdade de ser tu próprio, o teu verdadeiro eu, Aqui e Agora;
nada se pode interpor no teu caminho.»

In Fernão Capelo Gaivota, de Richard Bach (1970)

O PERFUME - história de um assassino


Uma argumento excelente, fundamentado num livro também ele de excelência (de Patrick Süskind, publicado em 1985), mas há ainda a acrescentar a genialidade da realização.
Sem dúvida que este filme é fruto de um extraordinário trabalho de reconstituição histórica que consegue captar plenamente os ambientes da época tal como as mentalidades. Sobretudo quero aqui salientar os a beleza dos planos que nos são dados ao longo de todo o filme, planos que captam o mais ínfimo pormenor, simplesmente geniais...

Um filme que dá vontade de entrar pela tela a dentro e ser uma das personagens da história, para ter o prazer de conhecer todos os aromas que envolvem cada uma das cenas, dos mais atractivos aos menos agradáveis. Um filme que nos disperta os 5 sentidos, no mais puro que neles há, que nos faz pensar, agir... que nos faz pegar na mão da pessoa que está ao nosso lado para sentir o seu cheiro, aquele que só ela tem e passamos a cheirar o MUNDO que nos rodeia de outra maneira... Um filme que nos faz questionar os valores por de trás de cada comportamento de cada personagem...
Uma busca pelo amor e beleza eternas, simbolizada no perfumo supremo. Esta é a forma de alcançar o Belo e, nessa demanda nada é um impedimento, nem mesmo os crimes mais hediondos, que fazem de Jean-Baptiste Grenouille (o protagonista) um ser monstruoso aos olhos de muitos.



Vale muito a pena...simplesmente marcante!


janeiro 15, 2007

uma metáfora...

Então disse a raposa:
- Vou-te contar o tal segredo. É muito simples: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos...
- O essencial é invisível para os olhos - repetiu o principezinho, para nunca mais esquecer.
- Foi o tempo que tu perdeste com a tua rosa que tornou a tua rosa tão importante.
- Foi o tempo que eu perdi com a minha rosa... - repetiu o principezinho, para nunca mais esquecer.
- Os homens já se esqueceram desta verdade - disse a raposa - Mas tu não te deves esquecer dela. Ficas responsável para todo o sempre por aquilo que está preso a ti. Tu és responsável pela tua rosa...
- Sou responsável pela minha rosa... - repetiu o principezinho, para nunca mais esquecer.

(in O Principezinho de Saint-Exupéry - uma obra-prima)



E eu repeti isto hoje para nunca mais esquecer, com uma pequena alteração. Foi o tempo que eu ganhei contigo que te tornou tão importante e especial para mim...somos responsáveis pelo nosso AMOR, os únicos, agora e PARA SEMPRE!