novembro 25, 2005

MeNTirA

Mentira…que palavra tão gira! Segundo o dicionário de Língua Portuguesa, significa “afirmação contrária à verdade, com a intenção de enganar”. Acho que a definição é bem clara, “AFIRMAÇÃO CONTRÁRIA À VERDADE, COM A INTENÇÃO DE ENGANAR”…Será que ainda alguém não sabe o que é uma mentira? Ou melhor não sabe que está a mentir quando, de facto, o está a fazer? Claro que não…todas as pessoas sabem quando mentem e sabem o motivo por que mentem. Para mim a mentira é sempre condenável, mas dependendo do motivo pode ser mais ou menos, agora quando é dita no sentido de deliberadamente enganar os outros, prejudicá-los e fazê-los de parvos, com a toda a certeza é o cenário mais condenável que existe!

As pessoas mentem, e têm a ousadia de mentir descaradamente, quando está na cara que o estão a fazer, mas para não desmancharem a pose tornam-se arrogantes, na busca de uma perfeição que só existe na cabeça delas. Porque sim, elas mentem…porque se acham mais espertas do que os outros e que podem fazer “gato e sapato” de quem quiserem, por se julgarem superiores. Superioridade essa, diga-se de passagem, que em nada invejo, porque não passam de simples pretensiosas! E têm a petulância de fazer tudo debaixo das nossas barbas, podem fazer uma vez, claro que podem… mas na próxima são “apanhadas”! O mais engraçado é quando mantém o teatrinho de que são a personagem principal e única (coitadas!), porque ninguém está para entrar nesses jogos sujos…De facto, a arrogância e o teatro, são as armas principais das pessoas sem princípios e que sabem que têm toda a culpa no cartório.

Dessas pessoas, só queremos distância...apenas!

Sem comentários: