janeiro 12, 2012

Só para que não restem dúvidas

«Hoje, sem querer, fui ao encontro das lembranças, cartas, objectos e entre tudo estava o nosso passado, tão recente. Aos poucos fui relendo anotações, rascunhos de cartas que escrevi para ti e foi inevitável não ler aquelas em que tu declaravas para mim. Senti saudade, senti falta, senti a tua ausência. Fiquei a perguntar-me o que aconteceu a este amor, com os nossos sonhos, antes tão forte, tão presente, e agora restam apenas lembranças. Não pude deixar de sentir o coração amargurado e uma vontade de te ver, lembrar os nossos momentos, os nossos dias e noites, com aquela paixão incontrolável. Dei-te os sonhos que eu sonhei, imaginei-te para a vida inteira, se alguém fez tudo por ti, fui eu. Eu queria voltar atrás só para ficar contigo. Penso no quanto era difícil me despedir de ti e na falta que eu sentia durante os dias em que longe estávamos, fez-me sentir a mesma emoção outra vez. Tanto tempo se passou, tanta coisa aconteceu nas nossas vidas, percorremos agora caminhos diferentes, mas de alguma forma creio que sempre estivemos próximos, não sabendo dizer o porquê, nem como definir o sentimento que ainda existe entre nós. É algo forte, intenso, ao mesmo tempo em que é calmo e sereno. Mas talvez possa ser somente mais uma ilusão ao achar que ainda existe algo entre nós. Os momentos que passei ao teu lado foram os melhores da minha vida. Fiz planos para nós os dois, imaginei um futuro para as nossas vidas e um dia vi tudo mudar, o teu sorriso a desaparecer lentamente no teu rosto. Isso despedaçou a minha alma e não quis acreditar no que ouvia, a tua voz doce que sempre me disse coisas lindas, agora dizia que era o fim. Tudo o que sonhei ficou no caminho que por muitas vezes percorri ao teu lado e que sem ti ficou longo e sombrio. Mesmo não estando mais juntos, nem saber onde estás, agradeço a Deus todos os dias por teres feito parte da minha vida e por fazeres parte dela. Tem a certeza na eventualidade de leres o que te escrevo, que jamais viverei novamente ou sentirei por alguém, o que vivi e o que senti por ti, este sentimento foi único, é eterno e é de nós os dois. Talvez os nossos caminhos não se cruzem mais nesta vida, porém outras virão e em todas irei procurar-te até te encontrar, a minha alma vai-me levar até ti, para assim podermos cumprir a “nossa promessa”. Agora tudo o que resta é uma grande mistura entre a saudade, tristeza e um imenso amor que para sempre vai viver em mim junto com a esperança de ficar novamente ao teu lado. Amei-te nesta vida, com a certeza que te amei no passado e que amarei num cantinho que é só meu e teu por toda a eternidade»

3 comentários:

Bruna Calado disse...

Tão profundas essas palavras tão simples, minha cara, que fizeram-me sentir teus sentimentos. Obrigada por compartilhar tão envolvente leitura!

Sinceridades disse...

adoreei o blog!! seguindo!! (:

Anónimo disse...

Olá
Adorei tua postagem!
Entrem no jiuiui.blogspot.com!

Obrigada