junho 07, 2011

Há finais que não são felizes

Se disser que te amo, que continuo a sonhar com um happy end, que acredito no nós, que vejo a luz de felicidade à nossa espera no final da estrada e que lutaria por ti e contigo para voltarmos a ser passado, presente e futuro, podes acreditar.

Mas tu empurraste a minha fé, o meu querer e o meu sentir para o fundo do baú! [Hoje] são palavras já gastas, sem força, nem emoção. São palavras que me saiem rasgadas, a muito esforço do coração.

Sem comentários: