outubro 04, 2010

Quase a regressar

Sei que não devo fazê-lo, mas é inevitável. Nos últimos dias tenho pensado tanto que estarias de regresso, inteiro e saudável, daqui a pouco mais do que 15 dias. Estaríamos novamente reunidos, trarias a alegria que nos tem faltado desde que te deixámos no aeroporto, partilharias connosco toda a bagagem dessa experiência que tanto ambicionavas. Nada disso vai ser possível. Mas é angustiante pensar que será o único a não regressar no contingente e nós seremos a única família que não terá a alegria de te ir esperar. É inevitável lutar contra as lágrimas que teimam em cair de cada vez que este pensamento espreita...

Sem comentários: