maio 31, 2010

Ir à praia alone...

Pois é. Nunca gostei de fazer este tipo de programas sozinha, mas a verdade é que fiz e soube muito bem. Estar sozinha (no meio de uma multidão de pessoas), eu, o Sol e o mar. Assim, bem próximos e os meus pensamentos a divagarem por tanto lado. Penso até que foram à Rússia e voltaram. Foi uma sensação óptima a de poder estar perdida em mim, tentar encontrar a ponta do fio que se perdeu... Vou repetir a experiência!

Sem comentários: