maio 16, 2010

Sinto-me só

"...só no meio de ti, só no meio do mundo, só como se ninguém me visse, ninguém me ouvisse, ninguém me quisesse. Sinto-me só no meu vazio, só no meu buraco, sinto-me só. Preciso de ti e do teu sorriso, preciso de me sentir outra vez completa, fizeste de mim um puzzle e contigo levas-te a ultima peça e agora não sei como me completar. Sinto-me só, devolve-me a felicidade de outrora, devolve-me os sorrisos e o bem-estar, devolve-me a sensação de quente e de amor. Porque foste? Porque a levas-te, e a aqui fico, só, só sem ti, só sem mundo. Devolve-me a minha peça e deixa-me ir."


(porque faz sentido hoje)

Sem comentários: